A Casa Queimada e as promessas de Deus em nossas vidas.

A casa Queimada é uma alegoria da vida, simboliza os planos de Deus e o que ele tem de melhor para os seus servos, a história que vamos contar hoje é uma narrativa sobre a viagem de um homem que percorreria um determinado trajeto de avião. Um fiel servo de Deus quecontava com a sua proteção. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar, um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano. Quase todos morreram, exceto o personagem central da nossa trama que conseguiu se escorarem algumobjeto que o mantevena superfície. Ficou boiando, à deriva, durante muito tempo, até que chegou a uma ilha deserta.

A chegada na Praia

Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus pelo livramento de morte. Conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Derrubou algumas árvores e, com muito esforço, construiu uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas, mas significava proteção. Ficou todo satisfeito e, mais uma vez, agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que, talvez, pudessem existir na ilha.

O Incêndio

Aparentemente o dia era bom, a pescaria tinha sido bem-sucedida e o almoço estava garantido, embora existam situações na vida que uma grande reviravolta possa ocorrer, e não foi diferente com o nosso protagonista, deparou-se com a sua humilde tenda envolta em chamas, sua decepção foi tremenda. A sua única ação possível diante a uma situação que aos seus olhos era terminal, foi sentarsobre uma pedra e lamentar a sua sorte: “Deus! Como é que o Senhor podia deixar isso acontecer comigo? O Senhor sabe que preciso muito dessa casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou que ela se queimasse todinha. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim? ”.

São nesses momentos de desespero que a mão de Deus pode consolar, e na ilustração foi o que aconteceu, um marinheiro que viajava em alto mar visualizou um sinal de fumaça na ilha e foi de encontro ao homem.

— Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?

A resposta foi surpreendente:

— Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir buscá-lo naquele barco ali adiante”.

Os dois entraram no barco e, assim, o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.

Quantas vezes a “nossa casa se queima” e gritamos como aquele homem gritou?

Reflitam nas escrituras de Romanos 8.28, “todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus”

Às vezes, é muito difícil aceitar isso, mas é assim mesmo. É preciso acreditar e confiar!

 

 

2017-12-23T20:26:16+00:00 dezembro 12th, 2017