Os manuscritos do Mar Morto

Os manuscritos do mar morto são de fato as maiores descobertas da arqueologia bíblica. Os pergaminhos foram achados ao norte do mar morto no deserto da Judeia por judeus beduínos que procuravam por uma cabra, um pouco antes do renascimento do estado de Israel.

Os manuscritos foram achados em 11 cavernas diferentes, cada uma dessas localizações com todas as representações da bíblia hebraica, assim foram descobertas:

Caverna 1: Em 1947 foram encontradas as escrituras do livro de Isaias, a ordem da comunidade, hinos de gratidão a ordem dos filhos da luz, comentários de Habacuque e mais 70 manuscritos.

Caverna 2, 5,6,7,8,9 e 10: fragmentos de 130 manuscritos

Caverna 3: Em 1952 na caverna 3 foram achados uma lista com os tesouros do templo e seus esconderijos.

Caverna 4:  foram encontrados 400 escritos bíblicos, dentre eles, Ester, Esdras, Neemias, Cânticos dos e tantos outros manuscritos apócrifos.

Caverna 11: Já em 1956 foram encontrados os livros de Salmos escrito em hebraico e Jó em aramaico e o livro de levíticos.

Em 1952 foram encontrados os escritos dos profetas menores da bíblia

1963 a 1965 foram achados os livros de Eclesiastes em hebraico e os manuscritos de salmos, levíticos e gênesis e os papiros dos cânticos do sacrifício do Shabah.

Essas descobertas são de suma importância, pois as escrituras mais datadas na época estavam em São Petersburgo, o que dá mais veracidade aos estudos arqueológicos da bíblia. O grande desafio será alinhar as escrituras modernas aos originais encontrados no mar morto.

 

A importância dos achados bíblicos para academia

Podemos analisar o estudo acadêmico das escrituras bíblicas comparando o códex petropolitanus com os textos do mar morto, comparando as diferenças vamos encontrar apenas alterações semânticas, palavras trocadas, estilística, omissão de palavras, consoantes e vogais diferentes, ou seja, o sentido literal da bíblia sagrada manteve-se intacta, contrariando o que muitas vezes acontece com pergaminhos antigos muito datados que ficam isolados do acontecer histórico, enquanto as suas cópias são completamente modificadas, as escrituras sagradas mantiveram a sua legitimidade, e nenhum sentido foi alterado.

Hoje é possível estudar os manuscritos através da internet, o que era praticamente inacessível para o grande público e restrito a uma nata intelectual, pode ser estudado no conforte de nossas casas, o leitor pode comparar cada tradução com as escrituras originais, o estudo acadêmico das escrituras sagradas em nada atrapalha a pregação congregacional, ambas possuem a mesma relevância.

By | 2017-11-03T01:56:41+00:00 setembro 26th, 2017|Categories: Arqueología Biblica|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment